Empréstimos: Conheça os Três Tipos e Como Se Livrar Deles

Empréstimos é algo que devemos evitar se pretendemos alcançar liberdade financeira. Isso porque um dos maiores entraves para o alcance da liberdade financeira que muitos desejam ter, tem a ver com o elevedo nível de endividamennto. O facto de muita gente estar endividado dificulta mais o alcance do seu sonho de se tornar financeiramente livre.

Uma vez que muitos de nós pretende alcançar a liberdade financeira, um dos primeiros passos que se deve tomar é o de se livrar do endividamento. É fundamental ter em mente que o estilo de vida de dívidas leva ao desastre económico e à pobreza. Mas antes de prosseguirmos é importante conhecer os diferentes tipos de empréstimos que existem.

Se você está endividado é possível que o seu endividamento esteja em alguma das categorias de empréstimo que pretendo abordar neste artigo. 

#1 Empréstimos de Consumo

empréstimos

O empréstimo de consumo é como o próprio título diz um empréstimo que você faz para consumir. Este é o empréstimo mais idiota que existe. Isso porque não há necessidade de cair no endividamento simplesmente por causa do consumo. Muitos adoptaram o empréstimo de consumo como um estilo de vida.

Esse tipo de empréstimo é aquele que você faz quando quer comprar um novo televisor, comprar um telemóvel, roupa nova, mobília de casa, alimentação, e até viaturas. Como pode ver os ítens que este tipo de empréstimo cobre, muitas vezes têm a ver com a falta de planeamento por parte da pessoa que recorre a ele.

É importante ter disciplina suficiente para poupar dinheiro, ou até mesmo investir com o objectivo de adquirir os bens que você deseja ter. Não faz muito sentido você viver endividado simplesmente por causa de um telemóvel, ou até mesmo por causa de marca de roupa.

A cura para esse tipo de empréstimo é criar a disciplina financeira necessária para poder adquirir aquilo que você gostaria de ter. Uma outra alternativa seria o de o de comprar as coisas que você gostaria de ter que já foram usadas. Assim você poderá evitar esse tipo de empréstimos.

O empréstimo de consumo não é para si, por favor livre-se desse tipo de empréstimos o mais rápido possível.

#2 Empréstimos de Emergência

empréstimos

Empréstimos de emergência são aqueles que se fazem quando surge uma emergência na família ou na sua vida. Uma vez que as emergências são uma constante, e elas muitas vezes ocorrem quando menos esperamos, muitos acabam caindo na cilada do endividamento.

Situações como doença, funerais, acidentes, avarias, e muitos outro cenários semelhantes a esses, têm custos. Uma emergência significa um custo para si, por isso é importante que você tenha noção de que ela irá surgir mais cedo ou tarde.

É preciso ter em mente que as emergências sempre irão ocorrer na sua vida, e para tal você deve estar preparado para enfrentá-las quando elas surgirem. A melhor forma de se preparar para emergências é criando um fundo de emergência, esse fundo irá lhe ajudar nos momentos de crise quando elas surgirem.

É melhor estar sempre preparado e prevenido, do que querer remediar através de uma solução que acaba não sendo sustentável. A dívida nunca é sustentável, e você deve evitá-la o mais rápido possível. Portanto, comece agora a criar um fundo de emergência de modo a que você esteja preparado quando as emergências surgirem.

#3 Empréstimos de Investimento

empréstimos

Este tipo de empréstimo é aquele que se faz para um determinado investimento que irá trazer retorno para si. Na verdade a premissa que sustenta o investimento é que todo o investimento tem um retorno. Por isso este  tipo de empréstimos tem em vista investir em algo que lhe vai trazer um retorno.

Quando se faz este tipo de empréstimos normalmente é para investimentos em negócios por exemplo. Desde que o negócio seja rentável e haja garantias de que você será capaz de reembolsar o valor do empréstimo à tempo. É importante porém, lembrar que todo o tipo de empréstimo tem o seu lado negativo, e para este caso não há excepção.

Quanto a mim, esse tipo de empréstimo é tolerável porque você está a pedir emprestado dinheiro para investir num negócio que terá retorno. O que é diferente dos outros tipos de empréstimos anteriores, pois eles não acrescentam nenhum valor para si, mas apenas um encardo adicional.

O que você deve fazer é avaliar o custo da dívida, porque o endividamento custa muito caro. Tenha cuidado em aderir ao plano de pagamento do reembolso com os juros que acompanham esse empréstimo.

Conclusão

Tendo em vista os três tipos de empréstimos existentes, é muito importante ter cuidado com cada um deles. O meu conselho para si é que você deve evitar empréstimos ao máximo. Fique distante deles, porque com eles você só atrase e adia a sua liberdade financeira.

É fundamental que você tenha uma disciplina financeira de modo a criar os hábitos necessários para colocar dinheiro de lado para tudo o que você quer adquirir. Assim, sempre que precisar de algo você poderá usar o seu próprio dinheiro e não terá que recorrer a empréstimos.

Tenha também cuidado com os cartões de crédito. Na minha opinião, você deve até se livrar deles. Você não precisa de cartão de crédito. Não viva de dinheiro emprestado, use o seu próprio dinheiro para tudo o que você quer.

Como relação aos empréstimos de investimento é importante fazer muito bem os cálculos de modo a que você não se meta numa ratoeira. Isso porque qualquer negócio leva tempo para começar a fazer dinheiro, e assim você poderá se encontrar numa situação em que tenha que colocar grande parte do seu dinheiro no pagamento de dívidas.

Meu conselho para si é, fique distante das dívidas. De facto, fuja dos empréstimos.

About Edgar Chauque

Edgar Chaúque é o fundador fundador e editor do DinheiroFala. Ele é também o homem por detrás do TecnoFala, SejaEmpreendedor, e do
Share Your Ideas Online .
É o Fundador da ZIKOMU MEDIA, e mentor do projeto ARQUITETOS DO FUTURO. Pode encontrá-lo também no seu blog pessoal.