16 Erros Avassaladores Que os Casais Cometem Com o Dinheiro

Existem vários erros que os casais cometem com o dinheiro, à semelhança dos erros que os homens, as mulheres, e até os pais cometem e já vimos isso nos outros artigos. Agora é a vez de falar sobre os vários erros que os casais cometem com o dinheiro.

Dados estatísticos publicados pela revista money revelam que o que causa maior discussões nos casais não é o sexo, separação de tarefas, o que vai se comer no jantar, ou até falta de proximidade, mas sim o dinheiro.

Costuma-se também dizer que o dinheiro é o maior causador de separações e divórcios entre os casais. E está sempre na lista dos principais causadores entre eles o sexo e comunicação. É por essa razão que é importante despoletar aquilo que são os principais erros que os casais cometem com o dinheiro.

Espero com este artigo você possa se espelhar nele e fazer os ajustes necessários na sua vida conjugal. Leia para saber mais.

#1 Não Conversar Sobre Dinheiro

Erros Avassaladores Que os Casais Cometem Com o Dinheiro

Um dos maiores erros que os casais cometem é o de não conversar sobre o dinheiro. Num casal há muita coisa para se conversar durante a vida inteira. E pode ter a certeza que o dinheiro tem que fazer parte dessa conversa.

Evitar falar sobre dinheiro acaba por criar problemas sérios porque se existir algum desacordo na forma como o dinheiro estiver a ser usado, irá iniciar uma discussão. A falta de diálogo é o que faz com que casais acabem discutindo muitas vezes.

O dinheiro sempre fará parte do dia a dia do casal, e não falar sobre isso é criar o ambiente próprio para que haja problemas.

#2 Estar Sempre a Discutir Sobre Dinheiro

Numa pesquisa feita pela revista Money mostra revela que a principal causa das discussões entre casais é o dinheiro. A pesquisa revela que 70% discute por causa do dinheiro mais do que sexo, tarefas de casa, roncar, ou o que comer no jantar.

 

Isto vem para mostra que o problema não está no dinheiro como tal, mas sim nos desentendimentos que existem em relação ao dinheiro. A mesma pesquisa mostra que existem várias discrepâncias na forma como o casal deve usar o seu dinheiro.

#3 Não Fazer Um Orçamento Juntos

O orçamento doméstico é fundamental para colocar as finanças em ordem em casa. Muitas vezes o casal não faz um orçamento doméstico, e quando faz é sem a participação do outro parceiro. Ainda que uma das partes seja responsável por fazer isso, é importante que ambos participem.

Infelizmente, muitos casais ainda não entenderam o quão importante é fazerem o orçamento juntos como uma família, de modo a evitar situações de desentendimento financeiro que podem ser evitadas.

#4 Criarem Contas Separadas

Erros Avassaladores Que os Casais Cometem Com o Dinheiro

O outro grande erro que os casais cometem é o de manter contas separadas um do outro. Neste aspecto cada um tem o seu dinheiro e ninguém sabe o que o outro tem. O facto de terem contas separadas já revela que o casal está separado.

Para um casal ter contas separadas isso revela que existe falta de confiança entre os dois. Uma vez que o dinheiro é um dos elementos muito importantes na vida das pessoas, quando um casal mantém contas separadas, isso só revela o quanto eles não confiam um no outro.

Certamente que este tipo de atitudes acaba por criar problemas que podem se alastrar a outras áreas na relação entre os dois.

#5 Esconderem o Seu Salário Um do Outro

Costuma-se dizer que o salário é sagrado e até que concordo até certo ponto com isso. Porque ninguém mais deve saber do seu salário para além dos seus patrões. Mas fora eles, se você é casado o seu salário já deixa de ser casado.

Num casal o salário pertence aos dois, os dois partilham tudo e não deve existir segredos com relação a quanto um ganha. Isso tem implicações muito sérias para qualquer relação porque se você esconde o seu salário do seu parceiro então poderá esconder mais alguma coisa.

A partir do momento em que criam condições para que haja segredos que se relacionam com o dinheiro no lar, as condições também estão criadas para que haja segredos em outras áreas. E quando é assim, isso é um mau sinal.

#6 Terem Hábitos Financeiros Diferentes

http://time.com/money/2800576/love-money-by-the-numbers/

Um casamento constitui-se por duas partes que com hábitos, costumes, personalidades, e até temperamentos diferentes que decidem se juntar e viver juntos para sempre. Isso é um facto, e esse aspecto extende-se à questão de hábitos financeiros.

Quando existem hábitos financeiros distintos num casal isso acaba causando problemas muito sérios na relação. Por exemplo se um gasta mais do que o outro, isso poderá criar problemas para aquele que acha que devem gastar menos.

Isso deve-se ao facto da pessoa que gasta menos acreditar que o que gasta mais é um que desperdiç dinheiro, enquanto que por outro lado, o outro parceiro pode caracterizar o outro como alguém que não gosta de gastar.

O facto de existirem hábitos de gastos financeiros diferentes numa relação pode criar problemas sérios se os dois não sentarem e conversar sobre isso a sério.

#7 Falta de Concordância

Andarão dois juntos se não estiverem de acordo? Essa é uma pergunta retórica extraída de uma passagem Bíblica.

O facto é que se não existir concordância no qu e se refere ao uso do dinheiro entre o casal, haverá problemas sérios. É importante que haja concordância com relação ao orçamento familiar, pagamento de dívidas, poupanças, investimentos, e o uso diário do dinheiro.

Se essa concordância não existir isso criará problemas muito sérios para o casal, porque para que os dois estejam juntos é importante que concordem em relação a este aspecto.

#8 Apenas Uma Pessoa é Responsável Pelas Finanças

O facto de uma única pessoa ser responsável pelas finanças da casa acaba também trazendo problemas sérios no casal. Isso porque em algum momento a pessoa que faz isso pode sentir isso como um fardo, ou até usar da sua posição para manipular a outra.

#9 Não Poupam Para as Emergências

http://time.com/money/2800576/love-money-by-the-numbers/

Não poupar já é um problema muito grave para qualquer pessoa, só que quando não há poupanças para as emergências, isso acaba criando uma série de problemas para o casal. As emergências são uma constante na vida das pessoas, por isso é importante sempre ter um fundo de emergência.

Quando o casal não poupa para as emergências coloca-se numa situação vulnerável, pois terá que recorrer ao empréstimo para se socorrer. E se isso continuar dessa forma durante muito tempo criará problemas financeiros sérios na família.

#10 Não Tem Nenhum Plano Financeiro

Se perguntar a algumas pessoas qual é o seu  plano financeiro você irá se surpreender com a resposta que eles darão. O facto é que muitos casais não tem nenhum plano financeiro, é por isso que depois de viverem vários anos juntos não tem nada para mostrar como resultado do seu plano financeiro.

Já deve saber que se falha planear planeia falhar, e o simples facto de não ter nenhum plano financeiro é um plano para o fracasso financeiro.

#11 Endivirem-se Para o Casamento

http://time.com/money/2800576/love-money-by-the-numbers/

O casamento é algo que incorre muitas despesas quando duas pessoas decidem se unir pela primeira vez na vida. E dependendo do tipo de cerimónia que os dois escolherem isso determina os custos da mesma.

O que acontece é que muitos casais quando se casam optam por se endividar para custear as despesas do casamento. Ora, isso é um grande erro porque o casal já começa a vida a dois endividado. E nos primeiros anos de um casal nunca é saudável que os dois estejam endividados, para não dizer que em nenhum momento é saudável.

Começar a vida a dois com dívidas é receita para problemas sérios no casamento, e quando os problemas começarem a surgir a questão da dívida sempre virá a superfície.

#12 Falta de Confiança Mútua

Quando há falta de confiança na forma como um usa o dinheiro ou promete que vai fazer o uso, isso provoca questões sérias na relação. Se o casal não confia um no outro e naquilo que os dois fazem com o dinheiro, certamente que haverá problemas na relação.

#13 Diferentes Estilos de Vida

http://time.com/money/2800576/love-money-by-the-numbers/

O estilo de vida que a pessoa escolhe tem um impacto muito grande na forma de usar dinheiro. Isso porque você sempre usará dinheiro para manter o estilo de dívida que tiver. Se tivermos que trazer esse assunto para um casal que tem diferentes estilos de vida já pode perceber o como é que isso impacta negativamente na relação.

Se um gasta mais do que o outro ou é uma pessoa extravagante, enquanto que o outro parceiro está mais para o lado da poupança, isso trará sempre problemas.

Num casal é importante que os dois tenham o mesmo estilo de vida de modo a trazer equilíbrio e tranquilidade nas finanças.

#14 Infidelidade Financeira

Infidelidade financeira é o acto de usar o seu dinheiro e adquirir bens, propriedades, e até fazer investimentos sem o conhecimento do seu parceiro. Ao fazer isso a pessoa está escondendo do seu parceiro aquilo que faz com o dinheiro e o facto de ter bens fora de casa sem o conhecimento ou consentimento do outro, ou até mesmo endividar-se sem que o parceiro saiba.

Este tipo de infidelidade é tão mau como a infidelidade material porque as consequências também são tão devastadoras para o casal. O facto de existir esse tipo de infidelidade também revela falta de confiança mútua entre o casal.

A imagem que isso apresenta é que um está a preparar-se para sair da relação, e quando a outra parte descobre isso sente-se traída. Esse tipo de comportamento é comum nas mulheres assim como nos homens.

Infidelidade financeira no casamento é o mesmo que mentir para o seu parceiro, e tem os mesmos efeitos devastadores que a infidelidade marital tem.

#15 Ter Objectivos Financeiros Diferentes

Um acredita que poupar é a chave para a independência financeira, o outro prefere gastar agora e tirar proveito da vida no momento. Assim como um crê que é importante investir para o futuro enquanto que o outro parceiro prefere gastar o dinheiro agora.

Essa falta de coerência e objectivos comuns no casal acaba criando transtornos na relação. Porque um vai sentir que os seus objectivos estão sendo frustrados pelo seu parceiro. E essa falta de acordo nos objectivos pode causar muita dor na relação.

#16 Não Manter a Palavra

Vários casais já se aproximaram a mim se mostrando a sua desilusão com a forma como as finanças domésticas estavam a caminhar. O facto de concordarem em algo como poupar para um determinado objectivo, para no final um dos parceiros fazer o uso do valor poupado.

Essa é uma questão recorrente entre casais e resulta do facto de não existir concordância sobre o que os dois pretendem alcançar, e sobre os seus objectivos financeiros.

Conclusão

Aqui estão os erros que os casais cometem como o dinheiro, espero que através deste artigo você possa se espelhar e corrigir os erros que estiver a cometer com o dinheiro. Há sempre espaço para aprender dos erros do passado e traçar uma nova trajectória para o futuro.

Use da informação neste artigo e faça algo de novo nas suas finanças, coloque ordem no seu dinheiro e verá as coisas mudarem no seu casamento.

About Edgar Chauque

Edgar Chaúque é o fundador fundador e editor do DinheiroFala. Ele é também o homem por detrás do TecnoFala, SejaEmpreendedor, e do
Share Your Ideas Online .
É o Fundador da ZIKOMU MEDIA, e mentor do projeto ARQUITETOS DO FUTURO. Pode encontrá-lo também no seu blog pessoal.

Deixar uma resposta