Criar Um Orçamento

Como Criar Um Orçamento Doméstico

Criar um orçamento é a melhor forma de assumir o comando do seu dinheiro e melhor gerir as suas finanças. Sem o qual torna-se difícil ter o controle necessário do seu dinheiro e até poder planear melhor.

Um dos grandes dilemas que muitos enfrentam nas suas finanças tem a ver com o facto de depois de receber o salário não saber o que fez com o dinheiro. Isto é algo que ocorre com muita frequência com as pessoas. É normal alguém dizer que ficou sem dinheiro dez dias depois de receber o seu salário.

Isso acontece porque as pessoas não planeiam como usar o seu dinheiro, e como consequência  gastam o dinheiro sem um plano concreto de gastos mensais. É a pensar nisso que decidi escrever este artigo, na expectativa de que irá ajudar alguém que esteja a enfrentar esse desafio.

O Que é Orçamento

O Orçamento é simplesmente um plano que você cria sobre como é que irá usar o seu dinheiro. O orçamento serve para lhe orientar como é que irá gastar o dinheiro que entra sem ultrapassar esse limite. Ele pode ser semanal, mensal, periódico, ou até anual.

Numa definição simples e directa o orçamento um plano serve para controlar os seus gastos.

Sem um orçamento torna-se muito difícil fazer um uso gerenciado do seu dinheiro. Porque o orçamento ajuda-lhe a melhor gerir o seu rendimento. Esta é uma das ferramentas mais poderosas de gestão financeira.

A Importância do Orçamento

É fundamental saber que o orçamento tem um papel fundamental para a gestão eficaz do dinheiro. É por isso que até Estados têm sempre um orçamento anual. Porque assim podem melhor planear sobre quanto dinheiro precisam para as despesas anuais do Estado.

Na sua vida também é importante ter este plano financeiro, vejamos aqui algumas das vantagens de criar um.

  • Ajuda a Melhor Planear os Seus Gastos
  • Dá Propósito ao Seu Dinheiro
  • Ajuda a Limitar os Seus Gastos
  • Oferece-lhe uma visão geral Sobre a Sua Situação Financeira
  • Ajuda-lhe a Melhor Planear o Seu Dinheiro
  • Ajuda-lhe a Ser Financeiramente Disciplinado
  • Ajuda-lhe a Identificar Possíveis Lacunas no Seu Dinheiro

Como Criar Um Orçamento

#1 Anote Todas as Receitas Mensais

Criar Um Orçamento

O primeiro passo para criar um orçamento começa em anotar todas a suas receitas mensais. Você pode fazer isso através de aplicativos, planilhas excel, Google Docs, ou mesmo usando o Office Word no seu computador. Mas para este caso você não precisa de todas essas ferramentas.

Apenas pegue num papel e caneta e crie uma tabela com quatro colunas, nas duas primeiras colunas você vai anotar todas as suas receitas mensais. Todo o dinheiro que entra no seu bolso mensalmente você anota na primeira coluna, e na segunda anote o valor.

Quando falamos de receita nos referimos a tudo aquilo que mete dinheiro no seu bolso. Todo o dinheiro que entra no seu bolso mensalmente é uma receita. Se tem uma única receita anote o valor dessa receita. Se tiver mais do que uma receita anote todas as receitas e o seu valor.

RECEITAVALOR
Salário.00 MT
Renda.00 MT
Negócio.00 MT
Etc….00 MT

#2 Anote Todas as Despesas Mensais

O passo a seguir é fazer algo semelhante com as despesas. Na mesma folha crie uma tabela com duas colunas, esta é a coluna das despesas. Aqui você anota todas as despesas mensais, isto é, tudo aquilo que tira dinheiro do seu bolso.

É importante não deixar nada, até as coisas que você acha insignificante tem que ser anotadas nesta lista. Isso lhe ajudará a saber para onde vai o seu dinheiro. Assim, saberá identificar todos os buracos existentes nas suas finanças e saber onde é que deve fechar o buraco.

Não deixe este exercício para trás, antes de continuar a ler anote todas as suas despesas mensais agora.

DESPESASVALOR
Aluguer de Casa.00 MT
Energia.00 MT
Água.00 MT
Transporte.00 MT
Recargas de Telemóvel.00 MT
Internet.00 MT
Alimentação.00 MT
Etc….00 MT

#3 Calcule o Total da Receita Mensal e das Despesas Mensais

Agora que já tem a informação sobre as suas receitas e despesas mensais é tempo de ir para o próximo passo. O que deve fazer agora está relacionado em ter uma ideia sobre a sua saúde financeira.

É possível diagnosticar o seu estado de saúde financeiro através do orçamento, neste caso em particular o que falta é saber qual é o total da sua receita contra o total dos seus gastos mensais. Calcule tudo o que entra e tudo o que sai e escreva o seu total no espaço designado para essa informação na mesma tabela que você criou.

Você terá algo assim como mostra na tabela a seguir:

RECEITAVALORDESPESASVALOR
SalárioAluguer de Casa
RendaEnergia
NegócioÁgua
…..Transporte
Recargas de Telemóvel
Alimentação
TOTAL          .00 MTTOTAL.00 MT

Agora que calculou o total de tudo e já tem uma ideia de quanto entra e quanto sai mensalmente, já deve ter a ideia da sua saúde financeira. O ideal é que as suas despesas não devem ser maiores que as suas receitas. A receita tem que ser sempre maior ou deve existir no mínimo um equilíbrio.

Se os seus gastos forem maiores que os seus ganhos então há aqui um problema. É importante fazer um rastreamento sério das suas finanças e descobrir o que é que está a tirar dinheiro do seu bolso. Porque é que as suas despesas são maiores que as receitas?

O facto de das despesas serem maiores que as receitas é sintomático de um problema de má gestão financeira crónico. Tudo começa com um bom planeamento. Se quer ter uma saúde financeira saudável é importante criar um orçamento.

#4 Planeia a Receita e as Despesas do Próximo Mês

Agora que já tem uma ideia sobre o seu estado de saúde financeiro, se está bem ou mal, ou está em coma. O próximo passo é o de tomar certas decisões proactivas, e isso começa com o planeamento das suas finanças.

A razão pela qual muitas vezes as despesas são maiores que as receitas é por falta de planeamento atempado. Quando não se planeia como e o que vai se gastar em função daquilo que se ganha, isso acaba criando problemas financeiros.

Para evitar que isso aconteça você terá que começar a planear as suas despesas mensais em função da sua receita. Se a sua receita não é estável faça então uma aproximação com base naquilo que ganha normalmente.

O importante é que você seja proactivo e comece a planear as suas despesas mensais todos os meses mesmo antes do dinheiro entrar. Assim você terá uma ideia sobre o que fazer com o dinheiro que você ganha.

Existe algo muito gratificante quando você sabe que cada centavo que sai do seu bolso está sendo direcionado para onde quer que vá.

#5 Compare a Receita e as despesas

 

Criar Um Orçamento

Ao fazer o planeamento financeiro para o próximo mês você será capaz de ter uma ideia sobre o que está entrando e o que está saindo. E mais ainda, saberá para onde é que o dinheiro vai. Nesta fase você tem que comparar as sua receita e as suas despesas para saber o que é que está a acontecer.

Como já disse antes as suas despesas não devem em momento algum superar a sua receita. E se isso estiver a acontecer então você está na zona de perigo, é preciso agir urgentemente para alterar esse cenário.

Se o a sua receita for maior que as despesas então o seu estado financeiro é saudável, continue assim. Mas se for o contrário é tempo de mudar algumas coisas.

O primeiro passo é começar por analisar onde estão as lacunas nos seus gastos, procure por coisas que tiram dinheiro do seu bolso que não assim tão importantes. Aqui o importante é separar o que é  prioritário daquilo que é importante.

Certas coisas podem ser importantes para si mas não prioritárias, quando falamos de gerir o seu dinheiro, o primeiro passo é dar atenção a questões prioritárias. Por exemplo, ter televisão a cabo pode ser importante para si, mas será que é prioritário a ponto de sacrificar as suas finanças para isso?

É esse exercício que eu quero que você faça agora, separe os dois e remova o que não for prioritário. Faça isso até poder fechar todas as lacunas e tirar tudo aquilo que tira dinheiro do seu bolso e mantenha essa disciplina todos os meses.

Faça isso até que alcance no mínimo o equilíbrio entre a receita e as despesas. E se depois de fazer esse exercício a situação se manter, é hora de usar a segunda estratégia.

Existe sempre um limite naquilo que você pode cortar, por isso é importante pensarmos em outras formas de melhorar a sua saúde financeira.

Aumentar a Sua Receita

Como você não pode cortar tudo o que você gasta, então é necessário aumentar a sua receita. Porque se a sua receita não é capaz de manter o seu estilo de vida então você terá que fazer algo para aumentá-la.

Para aumentar a sua receita é necessário pensar em formas criativas de poder ganhar dinheiro para compensar com a sua receita actual. Iniciando um negócio é uma das formas de fazer isso e você deve começar a pensar seriamente no assunto para mudar a situação.

ReceitaDespesa
Salário / ReceitaDízimo
Apoio

(Ex. Enviado por parentes)

Alimentação
Outras receitasCusto da casa
Transporte
Educação
 Utilitários (p.ex, água, electricidade, telefone)
Juros / hipoteca
Poupança médica
Oferta
Poupança/ investimento
Roupa
Outras despesas
Receita total  Despesa total

Poderá baixar este documento no formato Word ou PDF para criar o seu orçamento.

Conclusão

Agora que já sabe como criar um orçamento cabe a si pôr essas ideias em prática. Não basta apenas ler se você não for a implementar o que escrevi neste artigo. Conhecimento não tem nenhum valor se não for posto em prática.

Espero que este artigo lhe tenha ajudado a criar o seu orçamento, partilhe connosco a sua experiência ao criar orçamento para si e a sua família.

 

About Edgar Chauque

Edgar Chaúque é o fundador fundador e editor do DinheiroFala. Ele é também o homem por detrás do TecnoFala, SejaEmpreendedor, e do Share Your Ideas Online . É o Fundador da ZIKOMU MEDIA, e mentor do projeto ARQUITETOS DO FUTURO. Pode encontrá-lo também no seu blog pessoal.

Deixar uma resposta